Probabilidade de falha das estruturas de fundações devido a variabilidade espacial do solo no cálculo da capacidade de carga

Moisés Antônio da Costa Lemos
Engenheiro Civil, Universidade de Brasília, Brasília, DF, Brasil, moisesaclemos@gmail.com

Arthur Duarte Dias
Engenheiro Civil, Universidade de Brasília, Brasília, DF, Brasil, engenho.arthur@gmail.com

Renato Pinto da Cunha
Professor Associado, Universidade da Brasília, Brasília, DF, Brasil, rpcunha@unb.br

As estruturas de fundações na engenharia geotécnica são as estruturas que podem vir a ter uma maior dúvida construtiva devido a variabilidade do solo subjacente às construções. Dessa forma, as sondagens Standard Penetration Test (SPT), largamente utilizadas nos cálculos de capacidade de carga, tornam-se um desafio por sua grande dispersão e dificuldade da escolha adequada dos seus valores. Portanto, esse trabalho utilizará o método probabilístico First Order Second Moment (FOSM) para a análise de probabilidade de falha (Pf) da capacidade de carga calculada pelo método semi-empírico de Aoki e Velloso (1975). Os dados de sondagem SPT utilizados serão o de um residencial construído na região administrativa de Águas Claras/DF.



Clique aqui para efetuar o download do artigo em formato PDF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *