Ensaio de SPT mecanizado – Nova norma NBR:16797-2020 – Medida de torque em ensaios SPT — Procedimento

A NBR 16797 de 10/2020 – Medida de torque em ensaios SPT durante a execução de sondagens de simples reconhecimento à percussão — Procedimento especifica o método para medida de torque máximo (Tmáx) e torque residual (Tres) em sondagens de simples reconhecimento de solos a percussão com ensaio SPT. O valor de N depende não só das … Continue lendo… →

Ensaio de SPT mecanizado – Nova norma NBR:16796-2020 – Método padrão para avaliação de energia em SPT

Em razão de inúmeras empresas já estarem se adiantando na adoção do ensaio de SPT mecanizado, investindo e utilizando equipamentos mecanizados, algumas desde 1997, a ABNT procurou pacificar este uso com a publicação da “NBR–16796:2020 – Solo — Método padrão para avaliação de energia em SPT”, pois é consenso no meio técnico, que o índice … Continue lendo… →

Revisão da NBR:6484-2020 de sondagens: o que mudou ?

ABGE – “Revisão da NBR 6484 de Sondagens: O Que Mudou?” A Associação Brasileira de Geologia de Engenharia e Ambiental (ABGE) realizou na última quinta-feira, 12/11, a live sobre “ABGE – “Revisão da NBR 6484 de Sondagens: O Que Mudou?”. Os convidados foram os engenheiros Arthur Quaresma, ex membro da diretoria da ABMS, Ivan José Delatim, … Continue lendo… →

Lançada a nova norma ABNT NBR 6484:2020 – Solo – Sondagens de simples reconhecimentos com SPT – Método de ensaio.

A ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas anuncia a nova versão da ABNT NBR 6484:2020 – Solo – Sondagens de simples reconhecimentos com SPT – Método de ensaio, norma que orienta o ensaio de SPT – Standart Penetration Test para obras de construção civil e geológico/geotécnicas. A nova versão foi elaborada pelo Comitê Brasileiro da Construção … Continue lendo… →

Estudo comparativo de sapatas e estacas escavadas para solo de Pelotas – RS

O presente trabalho teve por objetivo realizar um estudo comparativo, econômico e técnico, entre a utilização de sapatas isoladas rígidas e estacas escavadas do tipo broca para solos de três regiões diferentes de Pelotas-RS. Foi estudada uma metodologia de cálculo de capacidade de carga para cada uma das fundações escolhidas. O método para sapatas utilizado … Continue lendo… →

Execução de Cortinas Atirantadas pelo Método Ascendente – Serra do Espigão (SC) e Malha Oeste (SP)

As cortinas atirantadas se destinam, em boa parte dos casos, a atender ao trabalho de contenção nas encostas íngremes, com alturas relativamente grandes e/ou ao alargamento de vias com objetivo de fornecer suporte a estruturas que nelas se alocam. As cortinas atirantadas podem ser executadas pelo método descendente, quando em taludes de corte, ou pelo … Continue lendo… →

Escolha do tipo de fundação: estudo da conformidade dos parâmetros adotados das obras de Uruauçu – GO

O presente estudo consiste na análise dos parâmetros utilizados pelos profissionais da cidade de Uruaçu-GO, para a escolha do tipo de fundação. Tendo, como etapas a pesquisa bibliográfica, seguidos da aplicação de questionário aos engenheiros civis da cidade. Com isso, obteve-se um perfil das obras, das quais os engenheiros mais trabalham no município, permitindo uma … Continue lendo… →

Coeficiente de transferência de carga nas fundações de silos verticais cilíndricos

O dimensionamento das estruturas armazenadoras de grãos carece de uma norma brasileira que prescreva sobre seus projetos e ações; contudo, existem muitas lacunas no estado atual do conhecimento sendo imprescindíveis pesquisas adicionais sobre o tema. Com o objetivo de determinar a distribuição das cargas nas fundações dos silos foram instrumentadas, por meio de células de … Continue lendo… →