Infraestrutura – Perspectivas para o Brasil

Caro Profissional de Engenharia e Geotecnia,

O ano de 2018 foi um ano de desafios para engenharia brasileira. Mergulhada em um cenário de crise, baixo investimento e descontrole de contas públicas, a infraestrutura nacional, que sempre teve como seu maior financiador o setor público, seja ele federal, estadual ou municipal, viveu em 2018 sua quase completa estagnação, devido tanto ao enorme déficit apresentado pelas diversas esferas governamentais como também pela crise de confiança do setor privado, diante da incerteza quanto ao futuro dos seus investimentos e a situação política do país, em um ano eleitoral com posições extremas e diametralmente opostas.

Passadas as eleições e com o ano chegando ao fim, o que nos reserva 2019 ? Quais projeções podemos fazer com algum nível de confiança ? Como retomar investimentos, prover o crescimento e oportunizar o trabalho para milhares de empresas e milhões de brasileiros ?

Parece que não existe uma resposta simples para estas perguntas, por isto vamos iniciar a publicação de uma série de artigos nestas últimas semanas de 2018 com visões de profissionais que vivenciam a engenharia brasileira no dia a dia e as possibilidades de eles vislumbram para o novo cenário que se iniciará em 2019.

Nesta primeira publicação, replicamos uma palestra ministrada pelo colega engenheiro, Prof. Dr. Roberto Kochen, Diretor de Infraestrutura do Instituto de Engenharia e Diretor Técnico da GeoCompany – Tecnologia, Engenharia & Meio Ambiente, realizada na UNOPAR Rio Grande do Sul, com apoio do CREA-RS e CONFEA.

Boa leitura…

Eng. Dário Furtado
Engenheiro Civil 
Analista de Sistemas 
M.Sc. Engenharia COPPE/UFRJ

Link para acesso ao PDF da palestra no final da página.


 


clique aqui para efetuar o download da palestra em formato PDF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *